Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sou doente renal

O meu nome é Fernando, este blog é um pouco da minha experiência pessoal em Dialise Peritoneal e Hemodialise. Facebook Grupo DOENTE RENAL & Paciente Renal. O meu email é Fernandoneto67@sapo.

Sou doente renal

O meu nome é Fernando, este blog é um pouco da minha experiência pessoal em Dialise Peritoneal e Hemodialise. Facebook Grupo DOENTE RENAL & Paciente Renal. O meu email é Fernandoneto67@sapo.

01
Ago10

Método Inovador - Rim Transplantado sem Compatibilidade de Sangue

Fernando Neto

Dou-vos agora a conhecer uma notícia que uns familiares alemães me enviaram há algum tempo sobre o transplante de rim. Este texto foi traduzido de alemão para inglês, e de inglês para português. Nestas traduções é possível ter-se perdido alguma informação! Refiro que esta é uma tradução resumida de informação institucional que em tempos estava disponível no site do Hospital Universitário de Uniklinic Koln, em http://cms.uk-koeln.de/presse/content/presse_komm/pressemitteilungen/ 

 

 

 

Num Hospital Alemão, Hospital Universitário Uniklinic Koln, um especialista nesta área, o Prof. o Dr. Arnulf Hoelscher, foi o primeiro médico a realizar um transplante de rim entre pessoas com diferentes tipos de sangue.

Até ao momento transplantes entre pessoas com diferentes tipos de sangue não eram possíveis, no entanto, existe agora um novo processo que permite a doação independente de um rim com vida e do tipo de sangue, o que oferece uma nova esperança a quem sofre de insuficiência renal crónica.

 

Para os demais doentes que têm uma necessidade urgente de um rim transplantado, na Alemanha os órgãos disponíveis são insuficientes. De forma, a combater este problema, o Professor Benzing refere a necessidade de se desenvolverem estudos intensivos para a descoberta de novas maneiras de se realizar um transplante de órgão, e assim diminuir esta deficiência.

 

Surgem assim, os rins de grandes oportunidades vivas. Por exemplo, uma pessoa saudável doa um dos seus rins a um doente com insuficiência renal, não havendo um dano significativo para o dador, no entanto, teria que ter um tipo de sangue compatível para não haver uma futura rejeição do órgão. Este obstáculo é agora ultrapassado pelo tipo de sangue que este Hospital Universitário utiliza.

 

A utilização de drogas modernas e um sistema de purificação do sangue, em que é retirado os anticorpos do grupo sanguíneo, levam a acreditar que estes limites estão agora obsoletos, refere o médico de nefrologia o Dr. Sven Teschne.

O método inovador de blutgruppenungleichen (diferentes tipos de sangue), foi aplicado por uma equipa dirigida por Professor Benzing e Walz, Professor, Director da Clínica Médica em Freiburg, em 2004, pela primeira vez na Alemanha. O transplante de rim verificou-se um sucesso, tendo sido realizado a outros doentes e agora é aplicado também em Reno-Westphalia Norte.

 

Esta opção de tratamento inovador apresenta um potencial enorme, na medida em que este método irá agilizar todo o processo e permitirá aos doentes renais terem uma vida com mais qualidade.

 

 

Aqui está uma boa notícia para todos nós. Agora é esperar que em Portugal isto aconteça, de modo a renovar a esperança de muitos doentes renais. Para mim isto é uma luz enorme ao fim do túnel e o futuro mais próximo para que os números de transplantados subam na vertical.

 

Se alguém souber algo mais sobre este assunto, agradecia que entre em contacto!noticia

 

(Quero agradecer a ajuda na tradução de Inglês para português de uma amiga aqui do blog, que muito rapidamente se ofereceu para me ajudar - Cátia Vieira -- Obrigado!)

9 comentários

Comentar post