Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sou doente renal

O meu nome é Fernando, este blog é um pouco da minha experiência pessoal em Dialise Peritoneal e Hemodialise. Facebook Grupo DOENTE RENAL & Paciente Renal. O meu email é Fernandoneto67@sapo.

Sou doente renal

O meu nome é Fernando, este blog é um pouco da minha experiência pessoal em Dialise Peritoneal e Hemodialise. Facebook Grupo DOENTE RENAL & Paciente Renal. O meu email é Fernandoneto67@sapo.

30
Jun11

Programa "Boa Tarde" SIC tv

Fernando Neto
Recebi esta mensagem hoje. Alguem nesta situação e interessado? O email para responder é: criancaerim@gmail.com
 
Olá a todos,
 
Recebemos um pedido da SIC, do programa "Boa Tarde", da Conceição Lino, de casos de pessoas que tenham doado algum órgão ou que estejam em vias de o fazer. Gostariam de ter presente o dador e o receptor de um transplante, para irem ao programa contar a sua experiência de vida.
 
Se alguém estiver interessado, entre em contacto connosco em resposta a este e-mail, para passarmos para a jornalista.
 
Cumprimentos,
 
Criança & Rim 
30
Jun11

Insuficiente Renal e Fobias

Fernando Neto

Um Bom Dia para todos!

 

O verão e o calor já estão ai, já sabe bem ir para a praia!

 

Gostava de saber se alguém tem problemas com estes dias de calor, eu apesar de ter nascido na Guiné-Bissau e de ter um tom de cor mais escuro, o que em principio me daria melhor protecção para o calor, isso não acontece. Tenho dias em que é difícil suportar o calor, sinto sempre a pele e especialmente a cabeça quente, mesmo que a temperatura do corpo esteja normal o que não me ajuda nada com os meus cenários de ataques de ansiedade. Até no táxi na minha viagem para a hemodiálises que demora uma hora e trinta minutos por vezes não me sinto bem e já tive que pedir para sair do táxi até lá conseguir colocar os pensamentos em ordem e continuar a viagem, na ambulância tiveram que me deixar na estrada, ir levar o outro paciente a casa e virem me buscar, depois disto ter acontecido várias vezes acabei por fazer as viagens sentado no banco da frente com o condutor, o problema é que a situação de seguro não podemos ir sentados à frente na ambulância.

 

Os ataques de pânico ou de ansiedade que eu tenho tido nestes últimos anos são difíceis de entender, mas existe um ciclo vicioso, que é, ou a sensação de ansiedade aparece e eu começo a sentir-me mal, vêm os calores, uma sensação sufocante e eu tenho que encontrar forma de me refrescar e tenho que sair de onde estou. não consigo ficar parado. Isto já me aconteceu a fazer hemodiálise e eu ao pensar que tinha que ficar ali "atado" "agarrado" aquela maquina por 4 horas,comecei a ficar pior e tiveram-me que desligar. Nestas situações os intestinos disparam logo e a fazer hemodiálise como podem imaginar isto complica a situação. Outras vezes é se estiver muito calor, especialmente em lugares com pouco espaço eu começo a sentir-me mal e tenho que sair dali e tentar distrair-me ou jogar agua para cima da cabeça para refrescar.

Gostava de saber se outras pessoas têm alguns problemas com o calor e/ou ataques de ansiedade?

Eu nunca tive problemas de fobias nenhumas e agora já me tenho sentido um pouco mal no elevador, no táxi, na ambulância e por duas vezes tive que sair do avião quando este já estava a encaminhar-se para a pista de descolagem. estas duas vezes foram situações embaraçosas e por enquanto ainda não encontrei coragem suficiente para tentar entrar num avião!

Fico à espera de comentários e noticias vossas!

 

Que tenham um bom dia com boa disposição!

 

Fernando Neto

22
Jun11

3 transplantes e a Sorrir

Fernando Neto
A nossa amiga deixou aqui um pequeno extracto da sua experiência na zona de comentários e eu como sempre prefiro que fique como "post" na pagina principal pois é mais fácil de ser visto por todos. Se não concordarem com esta ideia, que me digam pois é muito fácil de corrigir.
Só quero agradecer imenso à disponibilidade da Conceição e de querer repartir este bocado da sua vida com todos nós. Na minha opinião, a ideia de trocar experiências entre nós todos, não é uma competição para ver quem sofre mais ou quem passou por mais, mas é bom saber o que muitos tiveram que passar para cá estar e isso muitas vezes ajuda-me a pensar que os meus problemas afinal não são assim tão maus como isso. Há certas pessoas que gostam que o seu problema seja o maior de todos e que pior do que eles não existe, mas isso não acho que seja positivo nem nos vai ajudar a enfrentar os nossos problemas!
 
De Conceição oliveira a 14 de Junho de 2011 às 18:08
 
Olá Fernando!!!
Obrigado pelo teu comentário e pela força positiva q me envias-te...
Em 1º- lugar quero-te dizer q não é uma experiência fácil, principalmente sendo pela 3ª vez.
Vou começar a contar as minhas experiências: Comecei Hemodiálise em 31 de Outubro de 1995. Desde então fui chamada para o meu 1º- TR em 25 de Abril de 1998 para o Hosp. Cruz Vermelha Portuguesa onde estive internada durante 3 meses.
Fui transplantada no dia a seguir onde a cirurgia tinha corrido tudo bem onde o rim ainda não estava funcionante.Após o 4 dia fui fazer diálise onde me senti muito mal, e com dores ao pé do enxerto, fui novamente reoperada onde foi diagnosticado TROMBOSE DA VEIA RENAL DO ENXERTO dai fui para a U.C.I e fui recuperando aos poucos. Passado uns tempos comecei a urinar, e foi uma grande festa pensando eu q já me tinha safo desta....Mas infelizmente, continuava a urinar ,mas o rim não filtrava.Passado uns dias fiquei com uma brutal infecção q saia liquido por tudo o quanto era sitio. Tive de por um cateter na barriga para drenar o liquido todo, dps de tanto resolveram q tinha de ir novamente ao bloco para ver o q se passava e ai decidiram retirar o rim q para alem de estar infectado já não fazia ali nada.....E foi assim esta minha primeira experiencia....No dia 27 de Junho de 2000, estava eu a trabalhar q recebi um telefonema da clínica onde ainda hoje faço a diálise, q o meu médico queria falar comigo.....Então ele estava de serviço no hosp.Curry Cabral onde me chamou se eu queria ser transplantada outra vez q tinha lá um rim para mim e eu novamente aceitei.....A cirurgia correu muito bem , passado 2 dias estive vontade de urinar senti uma enorme alegria mas quando urinei veio sangue....Parece q o mundo tinha desabado....Onde fui fazer uma ecografia de urgência e tive uma rejeição aguda do enxerto.Novamente lá fui eu ao bloco e vim de lá sem rim.....Voltei a diálise....UFFFFAAAAAA.Depois de estar em diálise começaram os problemas de acessos , fui muitas vezes reoperada á fistula, ate q chegou a um ponto q tive de fazer noutro braço uma fístula muito dolorosa de fazer tanto pra equipa médica, como para o doente tiveram de me tirar a veia Basílica, cá de baixo numa cirurgia , e dps noutra fazer com essa veia a fistula normal...Ou seja não tenho mais braços para fazer acessos....Derivado a isso entrei novamente em lista para o 3º TR....Em 8 de Dezembro de 2008 ai vem a grande esperada noticia , e lá fui mais uma vez feliz e contente e muito confiante q era desta...Mas infelizmente não foi, passei por muito fiz uma hemorragia interna com paragem respiratória, onde fui reoperada novamente para absorver o hematoma e de seguida fui para a Unidade de Cuidados Intensivos, onde tive de ser ventilada pq estava em Choque Hipovolemico....Onde estive ventilada durante 4 a 5 dias...Depois recuperei voltei parta a unidade de TR no curry,onde comecei a urinar, mas também com o mesmo problema não filtrava.... Andei nisto lá internada 6 meses. E estar cá é uma grande sorte.....Aqui fica a minha historia .......Peço-te a todos os insuficientes renais crónicos,q se podem tentar NÃO DESISTAM,é sempre UMA NOVA VIDA.....UM BEM HAJA